musicas.mus.br

Letras de músicas - letra de música - letra da música - letras e cifras - letras traduzidas - letra traduzida - lyrics - paroles - lyric - canciones - A Fé EM DEUS É GERAL - RAPPER GREGORY - música e letra

Utilize o abecedário abaixo para abrir as páginas de letras dos artistas

A B C D E F G H I J K L M N O P Q R S T U V W X Y Z

A Fé Em Deus É Geral letra


Meu coração não é de aço, então vira e mexe junto os pedaços
Faço uma escultura pós-moderna pelo menos eu acho
Já que nunca fica igual, sempre muda
As vezes maleável, as vezes mais cabeça dura
Fechado, depois de tantas mágoas
Aberto, depois que a maré baixa
E vamos nós dar sequência no jogo da vida
Cê que não trás o zap na manga pra vê se ganha a partida
Tá louco, tá osso, no ar só decepção
Tô pra procurar no google blindagem pro coração
É parece brisa de beck né, mais não é
Talvez seja a falta de fé no ser humano né
É... Nada como a miséria pra você saber
Quem realmente tá do lado de você
Na bonança é muito fácil, todo mundo tá feliz
Tem wisky, tem maconha, cocaína pro nariz
Vários amigos, muitas mulheres... Claro! Natural
Seduzindo e me conduzindo a experiência carnal
Champgne e brinda, neon langeri brilha
Piscina aquecida, mais uma pra minha lista
A poesia vida bela, bela vida maravilha
Até que pinta num estalo, polícia fim da linha
Isso no meu caso, mais são várias possibilidades
Pra que de uma época ou de alguém você sinta saudades

A fé em Deus é geral, nas ruas da capital
Na baixada no interior a saudade é letal
Mais tamo firme, nas batidas sempre forte
(Salve, é isso memo mulecote)

Será que nessas andanças que a vida me reserva
Ainda trago a esperança de reviver a época
Em que todos, seguiam sempre os mesmo passos
A gang reunida, os guerreiros lado a lado
Mais o tempo passou, muita água rolou
Cada um com o que seu destino reservou
Pelo amor tio, dói no coração
Meus parceiros meus irmãos trancados na prisão
Sem perdão a condição que nos foi imposta
O fim esse, menos pra quem se refugio na escola
Depois veio a moda, maconha daora
E o pressagio que não ia se bom o fim dessa história
E você sabe que a vida é evolução
Nessa trajetória game over pra vários irmãos
Então eles se vão mais deixam as marcas
No coração que ardem como brasas
Por mais que preparado e pronto pra batalha
Nenhum combatente quer que seu parceiro caia
Estendo a mão e faço a oração
Pra que Deus, seja benevolente com sua situação
E não tem jeito a saudade é uma arma letal
Porque bate direto na alma
Isso no meu caso, mais são várias possibilidades
Pra que de uma época ou de alguém você sinta saudades

A fé em Deus é geral, nas ruas da capital
Na baixada no interior a saudade é letal
Mais tamu firme, nas batidas sempre forte
(Salve, é isso memo mulecote)

Coração de vagabundo é ponta de lança desde de criança
Mais que afiado e blindado pros verme que clama
Lugar na arena, a fé que fortalece a crença
Em Deus pra eu enfim ser mais um gladiador e não servo da besta
Também sonhei, com campos floridos e parques
Crianças felizes brincando nos finais de tardes
Famílias reunidas por belos laços de amor
Que o sangue do eterno cordeiro amenize a dor
De vários zicas, que ontem tavam ai de masserati e de choppa
E hoje a saudade faz lembrar
Na sorte eu não confio pois triunfo se alcança com a luta
Ditado mestre que reina na cadeia e na rua
Mais olha ai ó, e hoje você vê
Moleque não quer estuda, só que sabe de cresce
Em meio ao crime, envolvido com os ladrão
Pra depois completa 18 e se condenado a um montão
E mastigar cacos de vidro lá em laos
Ou reunir os parentes e amigos no seu próprio funeral
O tempo passa por nóis e que nem vento
Hoje com 34, ainda dos dias me lembro
Em que ficávamos no minho ali curtindo
Um bom e um belo som no toca discos e uns copos de vinho
Mais quem nos dera, pra muitos era quimera
Carro bom e uma casa própria ao invés de uma jega na cela
Contrariando tô vivão e venéfico
Alcançando a vitória por mim mesmo sem intermédio
Daquilo que reluz sobre a luz impõe o medo
Pra depois cê te receio de olha frente a frente no espelho
Em primeiro lealdade à família
Seu filho primogênito tá pronto pra guerrilha
E propagando o amor na adversidade
No coração de vagabundo é triste a saudade

A fé em Deus é geral, nas ruas da capital
Na baixada no interior a saudade é letal
Mais tamu firme, nas batidas sempre forte
(Salve, é isso memo mulecote)

Rapper Gregory - Letras

©2003 - 2018 - musicas.mus.br